quarta-feira, 21 de março de 2012

Fogueira das vaidades



Até agora não quis comentar com ninguém sobre a reportagem do último domingo que a Record exibiu contra um líder religioso. Um outro líder se pronunciou dizendo que era o sujo falando do mal lavado... Mas, é perigoso externalizar opiniões aonde os sujos e os mal lavados se misturam. A vítima, se diz injustiçada, mas mesmo assim será investigada. E assim a máquina da roupa suja vai batendo!
Na verdade o único que fica fora da roupa suja é o Evangelho de Cristo, que vai sendo cada vez mais enlameado, vituperado, escarnecido e queimado na fogueira das vaidades!! Aqui o ponto em questão é a audiência de seus auditórios. Animadores, não ousaria chamá-los pastores, pois que nome daria a quem briga por audiência? Continuando, esses animadores fazem malabarismos assombrosos na ânsia de captar adeptos, prontos a sustentarem seus luxos e vaidades. Expor as práticas anti-bíblicas realizadas nesses auditórios, que ousam chamar igreja, isso ninguém se preocupa em fazer. Um sincretismo religioso descarado praticado em nome de sei lá o que... e ousam ainda dizer que o nome de Jesus tem sido glorificado. Ah sim, na dita reportagem de domingo passado, o nome de Jesus foi glorificadíssimo! Mas, o que mais me enfurece nessa miscelânea toda é que ainda se dizem perseguidos por causa do Evangelho. Fico imaginando os cristãos dos países perseguidos ouvindo uma coisa dessas. E o que diria o Pr. Youssef Nardarkhani que está preso, prestes as ser executado por não negar sua fé em Cristo. Coisa esquizofrênica!!! 
Isso me faz lembrar uma igreja citada no livro de Apocalipse - Laodicéia.(Ap. 3: 14-22). Igreja morna, que nem é fria, nem quente. Se acha rica, abastada, poderosa. Igreja que faz milagres em nome de Jesus. Mas o interessante é que o próprio Jesus está do lado de fora, batendo esperando alguém abrir (Ap. 3:20). O Senhor da Igreja, do lado de fora... Os egos são tão inflados que trazem cegueira espiritual, ao ponto de acharem que são ricos, mas não passam de miseráveis, pobres, cegos e nus. Li numa tradução que são deploráveis. Amei! Realmente são deploráveis. A situação é deplorável. Esquecem-se das Palavras do Mestre em Mateus 7:21-23   Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade. 

O texto é claro! Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor entrará no Reino dos Céus. Há alguma dificuldade em entender isso? Pelo fruto se conhece a árvore. No Reino de D-us, as coisas são simples e claras! O Senhor não irá abrir exceção á ninguém. Ou acha o caminho do arrependimento e trilha por ele ou não há acordo. D-us não é um D-us de metades!! O que mais me espanta nisso tudo, sim ainda me espanto, é que o temor ao D-us de Israel se foi há muito tempo. Vejo os chamados evangélicos se dividirem cada vez mais. A unidade da Igreja do Senhor só poderá ser alcançada, no dia em que aquilo que nos une for mais forte do que aquilo que nos separa. Andar em unidade é isso - podemos não concordar em tudo, mas o que nos une basta para que caminhemos na mesma direção. Fomos comprados pelo mesmo preço - o Sangue de Cristo na Cruz do Calvário! Embora nem merecêssemos, D-us nos amou assim! O apóstolo Paulo declara que nossas obras são comparadas a "trapos de imundície". Nada que façamos nos faz merecedores da Graça de D-us que de forma tão sublime nos alcançou! O fruto que produzimos deve ser resultado da vida de Cristo em nós. 
Infelizmente, a fogueira das vaidades arde! Mas que o Senhor tenha misericórdia da Sua Igreja, sim, a Igreja é Dele, e que encontremos novamente o caminho do Primeiro Amor!!! Que possamos ouvir a voz do Espírito de D-us!!!
Toda a Honra e Glória ao Nome do Eterno D-us de Israel!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário