terça-feira, 6 de março de 2012

Que eu diminua...


Desde domingo estou meditando no texto de 2ª Crônicas 26, que conta a história de um dos grandes Reis de Israel, Uzias. O Rei Uzias começou o seu reinado com muita dependência do Senhor, por isso prosperou. Prosperou tanto que sua fama correu por muitos lugares. MAS, quando ele havia se fortificado, exaltou-se o seu coração até se corromper, e transgrediu contra o Senhor seu D-us (v.16). Que tristeza, um homem que começou tão bem, teve o seu coração corrompido pelo orgulho, pela altivez. Sua auto-imagem inflou tanto, que ele já não se via, mas via a imagem que ele concebeu de si mesmo.
Em Provérbios 16:18, o sábio Rei Salomão escreveu: "A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda". Acho que muitos homens não se atentam a essas sábias palavras. Hoje em dia temos visto pessoas com egos tão inflados, que até começaram bem, mas se deixaram corromper pelo seu orgulho, pela sua altivez, que perderam de vez toda a unção de D-us sobre suas vidas. Pessoas que tem usado sua posição de liderança para satisfazerem seus egos insaciáveis, usam as pessoas, usam o nome de D-us para satisfazerem a si próprias. Uma verdadeira egolatria!!! Mas não, não somos idólatras!! Conversávamos sobre isso, em nosso estudo bíblico, quando fomos confrontados com o real motivo pelo qual servimos a D-us. Será que O servimos para que sejamos abençoados? Será que O servimos para que não nos venha mal nenhum? Para ficarmos livres de doenças? Para sermos mais ricos? Quais são as nossas motivações em servir a D-us? Talvez medo do castigo eterno.... A nossa verdadeira motivação deveria somente ser uma só - o fato de ELE SER D-US! O fato de nós termos nos corrompido e nos separado Dele! Não por nossa causa, mas por causa Dele! Quando nosso ego infla, quando achamos que somos alguma coisa, estamos em ruína! Fora de Cristo não somos NADA! Por melhor que sejamos, por mais caridosos que sejamos, por mais corretos que sejamos, fora Dele não somos nada! Quando achamos que somos alguma coisa, é porque já descemos da cruz de Cristo, e estamos caminhando com as próprias pernas. Aliás, um pecado bastante antigo, querer ser como D-us - independência total. O apóstolo Paulo em Gálatas 6:14, adotou uma prática, que deveria ser adotada por nós, filhos de D-us: " Mas, longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo". Em nós mesmos, não achamos nada! Devemos estar escondidos a cada dia na cruz de Cristo, só ela pode nos livrar de nós mesmos, só através dela podemos nos enxergar como realmente somos!
A D-us toda a honra e toda a Glória!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário