quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Simplesmente.....

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
Cora CoralinaLendo esse poema de Cora Coralina, fiquei pensando como muitos nós (seres humanos) perdemos tudo isso. Nos preocupamos muito com nós mesmos e pouco com nosso próximo. Gastamos nosso "pouco" tempo correndo atrás de coisas materiais, que saciam o ego, quando deveríamos investir nosso tempo naquelas pessoas que realmente importam - com nossos filhos, pais, amigos, vizinhos ou aqueles que simplesmente estão tão perto de nós todos os dias mas ao mesmo tempo tão distantes. Ninguém se importa mais com ninguém!!! Estamos cada vez mais egoístas, egocêntricos... Quantos têm visto seus filhos se perderem ou perdem seus filhos porque não tiveram tempo para uma simples conversa amiga durante míseros 30 min.? Afinal papai e mamãe estão ausentes de casa porque tem que trabalhar para dar um bom futuro a você... afinal você precisa ter. Depois reclamamos ou achamos absurdo, quando vemos tantas vidas ceifadas por pares de tênis, correntinhas de ouro, um carro ou coisas desse tipo. Que valores estamos passando aos nossos filhos? Num mundo onde "ter" precede o "ser" não podemos reclamar muito... afinal meu bem-estar é o que importa. Precisamos resgatar o verbo repartirRepartir o tempo, repartir o pão, repartir a mão, repartir a alegria, repartir a tristeza, repartir os bens. Essa matemática do repartir e bem engraçada... quando eu reparto na verdade eu somo, e não divido!! Fico espantada quando leio o texto de 2 Coríntios 9 quando aquelas pessoas (os macêdonios) que eram bem pobres, uma comunidade que passava por muita dificuldade material, queria abençoar os irmãos de Jerusalém. Comparando a grosso modo é como se fossem os americanos passando necessidade e os haitianos querendo socorrer. Tanto que Paulo nem queria que eles contribuíssem, mas eles insistiram... Que coração generoso!! E quantas vezes usamos esses versos para o momento dos dízimos erroneamente... aqui estamos falando de generosidade!!! Que possamos aprender com esse exemplo a sermos tão desprendidos.. tão despretensiosos... E que nós cristãos, possamos viver como nosso Mestre viveu, seguir o Seu exemplo de doação. Não precisamos começar com grandes movimentos, mas pequenos gestos farão toda a diferença. Se começar por cada um de nós em breve os resultados serão maiores do que podemos imaginar. Quantos sozinhos ousaram fazer a diferença, e mudaram tantas histórias? Vamos ousar sermos diferentes - vamos caminhar sobre as pegadas do Mestre!!! E que nossa vida não seja curta, nem longa, mas intensa, verdadeira e pura enquanto durar!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário