terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Por que só no Natal?

Observando as pessoas, agora no fim de ano, fico imaginando por que somente no Natal as pessoas são tomadas por um espírito de solidariedade? De compaixão? Quantos relacionamentos desfeitos, são refeitos nessa data? Não!!! Não estou condenando... muito pelo contrário, acho bacana esse sentimento.
Mas por que somente no fim de ano? Afinal de contas as crianças órfãs estão carentes de amor o ano inteiro. Relacionamentos precisam ser refeitos com urgência durante todo o ano, por que esperar? Os carentes sentem fome o ano inteiro e a fome deles não espera uma data significativa para ser saciada.Por que não reunir a família pelo menos uma vez a cada mês para celebrar? O que dizer dos almoços de domingo? Por que esperar o fim do ano para reunir a família nesse clima fraterno? O ano todo é tempo de celebrar - celebrar a vida!!!
É claro que sei que aproveita-se a data para comemorar o nascimento de Cristo. Mas, cada vez mais vejo a figura de Papai Noel sendo exaltada... Cristo mesmo, só nas cantatas de Natal nas igrejas... Antigamente nos Shoppings Centers até víamos um presépio em algum canto, mas agora.. baniram os presépios!! O povo sai desesperado às compras, uma verdadeira loucura!! "Torram" todo o 13º salário, como se estivessem reprimindo esse sentimento de compra durante os outros meses do ano. O comércio aproveita a data para tirar o "pé da lama", uma oportunidade para recuperar o volume de vendas frustrados em outros feriados, pois afinal de contas, no Natal o povo está mesmo disposto a gastar! Ah sim, já ia me esquecendo do motivo do Natal, o Aniversariante que infelizmente, foi deixado de lado. Por que digo isto? As crianças ficam ansiosas pela chegada do Papai Noel - e ele não é o aniversariante. Nas paradas de Natal, quem vem com o cortejo principal? Papai Noel - que não é o aniversariante. Quando perguntamos a alguma criança o que é o Natal, a resposta vem imediata - Papai Noel, que não é o aniversariante! Enfim, cadê o aniversariante?? O motivo de se comemorar o Natal? É óbvio, que qualquer um sabe que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro. Ele nasceu na Festa dos Tabernáculos entre setembro e outubro. Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao "nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício de inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.

Assim, em vez de proibir as festividades pagãs, forneceu-lhes um novo significado, e uma linguagem cristã. As alusões dos padres da igreja ao simbolismo de Cristo como "o sol de justiça" (Malaquias 4:2) e a "luz do mundo" (João 8:12) revelam a fé da Igreja n'Aquele que é Deus feito homem para nossa salvação.
As evidências confirmam que, num esforço de converter pagãos, os líderes religiosos adotaram a festa que era celebrada pelos romanos, o "nascimento do deus sol invencível" (Natalis Invistis Solis), e tentaram fazê-la parecer "cristã". Para certas correntes místicas como o Gnosticismo, a data é perfeitamente adequada para simbolizar o Natal, por considerarem que o sol é a morada do Cristo Cósmico. Segundo esse princípio, em tese, o Natal do hemisfério sul deveria ser celebrado em junho.
Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não-bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.
Em uma outra oportunidade falo sobre esse aspecto natalino... Mas o fato é que não sou contra o Natal.. acho uma data linda! É um bom feriado religioso, como tantos outros. A cidade fica linda, iluminada... As pessoas ficam mais sensíveis, solidárias, comidas gostosas, amigos ocultos... Mas acho que esse "espírito natalino" deveria tomar conta das pessoas o ano inteiro. quem sabe assim teríamos um mundo melhor?? Mais solidário? E, claro, com menos gastança?? Que tal economizar para o próximo ano?? Afina janeiro tá aí cheio de impostos... E viva o Natal!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário